Os benefícios e alertas ao praticar sexo na terceira idade

0
406
Casal no parque
Imagem: Sannchen / Shutterstock

Sexo entre idosos é cada vez mais natural, mas ainda enfrenta tabus como o desequilíbrio hormonal, o uso de brinquedos sexuais e aplicativos de encontro.

Ao contrário do que muitos pensam o sexo não é algo raro quando se entra na terceira idade, inclusive a prática sexual nessa fase da vida traz muitos benefícios para a saúde física e mental. A sexóloga Carla Cecarello, explica que o assunto pode parecer um tabu para algumas pessoas, porém não há idade para o amor e os idosos estão cada vez mais ativos e usando até mesmo aplicativos virtuais para encontrar parceiros.

Porém, com o tempo, o corpo sofre algumas mudanças que podem desfavorecer a relação sexual, mas isso não é um problema quando se investe em alguns cuidados para que o sexo seja prazeroso em vez de doloroso e difícil. O tabu em relação ao sexo na terceira idade está ligado aos estereótipos e a ideia de que essa etapa da vida é sinônimo de reclusão.

Benefícios do sexo na terceira idade

O sexo faz muito bem em qualquer idade, principalmente na terceira idade. Existem alguns casos em que se pessoa não é ativa sexualmente, ao longo da sua vida, quando chega à terceira idade não será propicio querer praticar com tanta frequência.  Os benefícios do sexo são muitos, ele aumenta a autoestima, melhora a qualidade de vida, o humor e a intensidade das relações. “A única desvantagem é que muitas pessoas, que estão na terceira idade, na juventude não conheceram o preservativo e nem fizeram o uso, o que propicia confiança demais nas relações com o outro, isso é um grande perigo porque o preservativo é uma necessidade nos dias de hoje”.

Libido não acaba com o envelhecimento

Conforme a idade avança o corpo vai passando por mudanças, por isso é preciso ficar atento e ter alguns cuidados. “A libido não acaba com o envelhecimento. O que pode acontecer são algumas alterações hormonais com a terceira idade como no caso das mulheres quando muitas vezes têm a testosterona alterada. O homem passa pela andropausa – distúrbio antropogênico do envelhecimento masculino – e essa alteração hormonal pode atingir a libido. Mas se não houver nenhum tipo de alteração no hormônio que desperta desejo sexual, a vontade continua da mesma forma”.

Sexo na terceira idade tem algum perigo?

A atividade sexual na terceira idade é boa tanto para os homens quanto para as mulheres, não há nenhum perigo em praticar nessa fase. “O único fato é que eles estão mais expostos a doenças sexualmente transmissíveis, pelo não uso do preservativo na juventude e esse hábito ainda permanecer mesmo com todos os avisos e alertas hoje em dia”.

Tabu e a DST do sexo na terceira idade

É um fato que as doenças sexualmente transmissíveis aumentaram também na terceira idade, em especial a AIDS, com um crescimento de 90%. O uso constante das pílulas como: viagras, cialis e levitra são os responsáveis pela ereção o que tem ajudado os homens. No caso das mulheres os géis com hormônio, sem hormônio e os à base de água auxiliam na busca de uma lubrificação melhor, ou seja, permitem que elas tenham sexo com muito mais facilidade. Porém, é importante ressaltar que o não uso dos preservativos ocasiona a temida DST.

É possível ter lubrificação na terceira idade?

A lubrificação tende a diminuir na mulher após a menopausa. Algumas ficam com ‘muito pouco’ e outras desaparecem completamente. Nesse caso, é sempre importante fazer à utilização de géis, principalmente os que são à base de água. Géis com hormônio são aconselháveis somente com recomendação médica. Vale ressaltar que o prazer continua da mesma forma, o orgasmo é uma sensação cerebral desencadeada por um estímulo no pênis ou no clitóris (vagina), se essa sensação for muito boa e prazerosa com certeza essa pessoa vai chegar ao orgasmo naturalmente. “A lubrificação é sempre importante para que o pênis escorregue sem machucar a vagina, além disso, as áreas do corpo continuam sensíveis da mesma forma”.

Família X Terceira idade

Muitas vezes a família pode influenciar na vida sexual pelo fato de não conseguir imaginar seus avós ou pais tendo uma vida sexual ativa. “A terceira idade é vista como o fim de tudo na vida daquela pessoa, alguns chegam a recriminar beijos e, portanto, podem não aceitar que saiam para bailes em busca de novos parceiros”.

Dicas para melhorar o sexo na terceira idade

Dica 1: pratique atividades físicas para estimular o desenvolvimento de algumas substâncias no corpo;

Dica 2: tenha bastante amigos ou saia para conhecer novas pessoas;

Dica 3: visite bailes exclusivos para a terceira idade;

Dica 4: faça aula de dança e crie um ciclo de amizades que propiciem encontros.

Dica 5: invista em sites de relacionamentos que direcionam para o público da terceira idade. Lembre-se de tomar alguns cuidados na hora de conhecer o parceiro, como, por exemplo, não ir sozinho para encontros;

Dica 6: nunca se exponha a nenhuma relação sexual sem usar preservativos e utilize também lubrificantes à base de água. Além disso, o lubrificante pode ser usado em cima do preservativo para que o deslizamento seja ainda melhor.


Carla Cecarello é sexóloga do C-date, o primeiro site de encontros casuais da Europa. Atualmente está presente em 35 países e tem mais de 15 milhões de usuários. O perfil dos usuários é composto por pessoas com idade entre 30 e 50 anos e que procuram viver aventuras sem compromisso, de forma elegante. www.c-date.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO