Penitência com pão de mel

0
421
Embalagem Pão de Mel

Hoje resolvi pagar meus pecados. Fui ao belíssimo Mosteiro de São Bento no centro velho de São Paulo.

Acontece que, chegando lá, descobri que não tinha pecado pois o sacerdote inquiriu-me:

─ Meu filho, você já corrompeu algum deputado ou senador?

─ Não.

─ Você andou correndo com uma mala com 500 mil reais?

─ Não.

─ Você é o inquilino de um bunker forrado de numerário ilícito e sem origem?

─ Não.

─ Sua esposa comprou joias e brilhantes para lavar dinheiro do crime?

─ Não.

─ Você tem imóveis não declarados à receita?

─ Não.

─ Você é o grande líder de uma organização criminosa sediada em Brasília?

─ Não.

─ Você já pediu dinheiro emprestado para bandido em vez de ir ao banco?

─ Não.

─ Você já pretendeu matar um antes que ele delate?

─ Não.

─ Ora, ora, meu filho, você não pecou.

─ Então estou perdoado?

─ Claro, tem que manter isso, viu? Vá com deus.

No crédito, mas, por via das dúvidas, como não tinha pecado nenhum, resolvi cometer alguns como esses aí da foto: o incomparável pão de mandioquinha São Bento, o delicioso bolo Saint Michel e o pão de mel recheado com geleia de damasco, tudo muito bem abençoado. O legal dessa penitência é que agora tenho de voltar lá mês que vem para confessar meus pecados…

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here