Ser Madura

0
542
Imagem: josealbafotos / shutterstock

Ser madura tem lá suas vantagens…

Nesta fase da vida nos caem todas as máscaras.

Não nos importa mais viver de aparência.

Somos o que somos e o que queremos ser,

Os outros… Ah! os outros, quem serão?

Tão bom viver nossa verdade, sem dar atenção às sanções, às reações…

E, aos corações, só as razões que nos permitimos dar.

Alguém já percebeu,

O quanto a vida é louca?

Temos na boca o sabor da liberdade,

Temos na alma a certeza da inteireza,

Temos no corpo o desejo ainda inteiro.

E, um apreço sem preço, por nós mesmas

Não há que se reclamar da maturidade.

A vida pode ser bela se a vivemos com leveza.

Viva a certeza de que a vida pode ser uma beleza.

E, que loucura;

Descobrimos tudo isso,

Quando os dias estão em contagem regressiva.

E, engraçado, não sentimos “paura”,

Ficamos corajosas, ousadas, às vezes abusadas,

Dizendo coisas que jamais sonharíamos…

Ah! Pra viver basta estar viva!

Ercília Pollice
Ercília Ferraz de Arruda Pollice reside em Campinas, é formada em Letras pela USC – Bauru, bacharel em Literatura Portuguesa. Escritora, conta com 10 livros publicados, entre eles livros infantis e juvenis, além de inúmeras crônicas e poemas. Integra a Academia Campineira de Letras e Artes e Academia Bauruense de Letras. Foi indicada para o Prêmio Jabuti pela autoria do livro infanto–juvenil “Só, de vez em quando” da Editora FTD. Ercília também é artista plástica catalogada no Cat. Júlio Lousada. Aquarelista, já realizou dezenas de exposições individuais e coletivas em diversos salões e galerias, inclusive em Paris. Alegre, de bem com a vida, adora relacionar-se. Sua preferência é escrever sobre relacionamentos em todas as áreas e níveis. Também tem uma queda por comentar fatos políticos e suas implicações, sempre com bom humor e alguma ironia. Poeta, fala só do amor. Quando escreve faz pinturas de palavras, sua arma maior. Quando pinta faz poemas de cores. Tem 3 filhos, escreveu vários livros e já plantou centenas de árvores. Agora, é desfrutar os bons momentos que a vida sempre oferece àqueles que tem olhos e ouvidos para ouvir e entender estrelas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here