O Dia das Crianças

0
1000
Imagem: HaiRobe / Shutterstock

dia das crianças é reconhecido em várias nações ao redor do mundo para homenagear as crianças, cuja data efetiva de comemoração varia de país para país. Foi proclamado pela primeira vez durante a Conferência Mundial para o Bem-estar da Criança em Genebra em 1925, sendo celebrado desde então o Dia Internacional da Criança a 1 de junho, adotado em países como Angola, Portugal e Moçambique. No Brasil, o dia das crianças é solenizado em 12 de outubro.

Como é bom ser criança, em essência não há cobranças internas (só os adultos que cobram), sem preocupações, muita coragem, muita sinceridade, muito senso de humor, enfim muita fé…

Na atualidade temos notado mudanças no comportamento da sociedade em geral, e isso também têm afetado infelizmente as crianças,  tenho visto crianças se cobrando demais, preocupadas demais com a roupa, maquiagem, com medo de sair na rua, mentindo mais do que o habitual, mostrando ser o que não é, com pouca fé…

O que está acontecendo?

Lembro que na minha infância era tudo tão simples, tão natural, a única competição era de brinquedos, quem tinha a boneca que tinha acabado de ser lançada…e os que não tinham condições de comprar se emprestava, e brincávamos do mesmo jeito…hoje não…hoje a competição está entre quem tem  o melhor celular, melhor roupa, os amigos mais descolados, mais namoradas…a infância está ficando cada vez mais curta e adolescência cada vez mais longa….

Será isso um reflexo dos conflitos dos pais? Ainda com resquícios de uma geração que foi controladora ao extremo e que gradualmente está se reequilibrando, as vezes navegando a outro extremo, mas muitas vezes essa é uma atitude inevitável para voltar ao centro…

Enfim, que possamos ser crianças mesmo depois da infância, que possamos viver essa fase deliciosa curtindo nossos filhos, que possamos recriar uma sociedade com menos conflitos nos aceitando do jeito que somos e a partir daí traçar metas para nos tornarmos felizes e construirmos um futuro ainda melhor para nós, nossos filhos, netos e novas gerações.

Haidy Segovia
Haidy Segovia é formada em Psicologia pela UNIP - Universidade Paulista, com especialização em psicologia hospitalar e especialidade em dependência química. Com 17 anos de atuação na área clínica com terapia breve, cognitivo comportamental, atendimento a crianças, adultos e adolescentes, casais e grupo, com prática em Instituições e Clínica de reabilitação ao dependente químico. Profere palestras na área de conflitos emocionais e dependência química. Psicóloga do FalaFread, melhor plataforma do Brasil de atendimento online.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here