10 dicas para cuidar do corpo e da mente

Colunista Sérgio Boeira Kappel - Viver de Maneira Positiva - sergio.kappel@gmail.com

0
1487
Imagem: Shutterstock

Vivemos uma era de desumanização e de incertezas, num mundo dominado pelo imediatismo do capitalismo e das tecnologias. Isto é a causa original de ansiedades e desequilíbrios e, assim, muitos de nós adquirem síndromes e outras doenças físicas ou psicossomáticas, leves ou até graves.

Assim queremos, usando nossas próprias vivências, dar dicas para cuidar do corpo e da mente e, assim, fugir das armadilhas negativas do dia-a-dia do mundo moderno.

10 DICAS PARA CUIDAR DO CORPO E DA MENTE

1. Respeite a sua cronobiologia: A cronobiologia não surgiu ontem e sim há 3.500 anos, na antiga Grécia, o médico Hipócrates já observara que muitos problemas de saúde têm caráter sazonal. Essa ciência se baseia na velha noção do “tempo vivo”, diferente do tempo cronológico mostrado pelos nossos relógios. O “tempo vivo” não é linear, ele dá voltas, como a Terra ao redor do seu eixo a cada 24 horas, e ao redor do Sol a cada ano.

2. Tenha equilíbrio pessoal: é uma das primeiras buscas que devemos fazer por meio de alimentação balanceada, exercícios físicos, praticando exercícios aeróbicos, yoga, artes marciais e outros que tenham no seu escopo atividades que trabalhem o corpo e a mente de maneira equilibrada.

3. Tenha postura e disciplina adequados: é simultaneamente uma questão cultural e um traço de personalidade e, que certamente pode ser incorporada nos jovens a partir dos exemplos da família, da orientação de professores e de coaching no mundo profissional.

4. Trabalhe o seu modelo mental: tem um caráter psicológico e cultural, está na cabeça de cada pessoa. E aqui, vale lembrar, o quanto as pessoas são complexas e diferentes nas suas formas de pensar; mas queremos chamar a atenção para questões tangíveis e exemplos como o do nosso saudoso Ayrton Senna, um exemplo de modelo mental positivo e vencedor.

cachecol5. Tenha maturidade: é também de fundo psicológico, mas muito mais ainda, de experiências de vida, de dificuldades enfrentadas e vencidas na infância e adolescência, associadas as lições de família e exemplos positivos vindos do círculo de amizades (estado, cidade, bairro e escola). Conhecemos pessoas de 40 anos imaturas, ao mesmo tempo em que conhecemos jovens de 17 anos com alta maturidade.

6. Tenha equilíbrio emocional (QE): é uma questão decisiva aos tempos atuais, o quoeficiente emocional tornou-se uma qualidade essencial às pessoas bem sucedidas e que tem alto grau de resiliência.

7. Mantenha-se distante dos “7 pecados capitais”: muita atenção aos tradicionais e históricos 7 pecados capitais que destroem os pilares das virtudes humanas. São eles: luxúria; gula; avareza; ira; soberba; inveja e preguiça.

8. Não cultive a ansiedade: a democracia, que tem sido uma das mais importantes conquistas da inteligência humana por garantir o direito à liberdade de pensar e se expressar, no entanto não estancou algumas chagas psicossociais fundamentais da nossa sociedade moderna como a violência psicológica, a invasão da privacidade, as discriminações, as fármaco-dependências e a exclusão social – todos motivos causadores de grande ansiedade e medo.

9. Afaste o medo e a solidão: o medo e a solidão formam com a ansiedade, um trio de dominação da alma humana. Assim, a descrição acima, também cabe para este item. Sobre a solidão cabe alertar para a descrição do item a seguir.

10. Tenha amigos: desenvolva competências interpessoais e de relacionamento. Saiba dar e receber feedbacks e, lembre-se que: “… que o homem é um ser que conquistou as estrelas, mas não se conquistou a si mesmo. É um ser violento e que mata por motivos fúteis, diferente dos animais que matam para se alimentar e sobreviver”.

Sérgio Boeira Kappel
Sergio é engenheiro eletrônico PUC-RS/1979, especialista em Treinamento Profissional (UFRGS/1981), MBA em Gestão Estratégica de Empresas (UFSC-FEPESE/2001) e mestre em Engenharia de Produção / UFSC 2003 – Dissertação / Tema: “Estudo exploratório sobre as práticas gerenciais nas EBTs industriais de base tecnológica da região da Grande Florianópolis à luz da gestão do conhecimento”. Fpolis / Brasil, 108 fls. Atuação profissional de mais de 30 anos atuando em cargos técnicos, de coordenação e em cargos executivos (gestão) em empresas do porte de Cia. Souza Cruz, RBS/Rede Brasil Sul de Comunicação, NTS – Núcleo de Tecnologia de Software, Dígitro Tecnologia, Grupo Specto de Tecnologia, entre outras. Vivência prática com ferramentas e metodologias BSC e de GC (Gestão do Conhecimento), com artigos publicados e coordenação de projetos empresariais e do FINEP. Em 2013 atuei com consultor “Ad Hoc” para avaliação de Projetos da FAPESC. Atuação como professor universitário (SENAC 2005 / 08) e Faculdades Borges de Mendonça (2012). Exemplos de disciplinas ministradas: SENAC: Governança de TI, Sistemas de Informações e Avaliação de Projetos Integradores e BM: TI para Administração e Gestão da Informação & Conhecimento. Autor do Blog: www.escolatrabalhoevida.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here