Me ajuda a começar o comecinho?

0
386
Imagem: stevepb / shutterstock

Essa semana fiz três atendimentos bem parecidos, onde basicamente era ajudar a pessoa a entender tudo que tinha na mente e ajudar a achar a ponta do fio para começar a organizar.

Desde dar uma consultoria para orientar por onde começar a organizar a casa (e até mesmo começar uma parte) a identificar todas as tarefas que o empreendimento está demandando e ajudar a colocar no cronograma da semana para que a pessoa posso executar a partir dali.

Eu uso um processo de 3 passos que eu identifiquei que é o jeito mais prático e objetivo para organizar e realizar:

Primeiramente precisamos tirar da mente tudo isso que ‘TENHO QUE FAZER’. Eu já faço isso direto num mapa mental separando por setores. Por exemplo, se for uma organização das atividades do empreendimento, já vou organizando em financeiro, marketing, serviços, estratégias, parcerias, etc. Assim não fica tudo misturado, já fica tudo setorizado e mais fácil de perceber o que eu tenho que fazer primeiro.

Essa é a parte do descarregar e serve tanto para organizar como, principalmente, para aliviar o cérebro. Ele fica sobrecarregado de ter que carregar informações que poderiam estar no papel. E sabe aquela sensação de cansaço? Vem de você ficar fazendo mentalmente a sua lista de tarefas! Entendeu porque no final do dia você está cansada sem ter feito “fisicamente nada”?

Depois vem a parte de organizar todas as tarefas que identificou no descarrego acima. Aqui começa pelo mais urgente ou pelo que pela ordem natural das coisas deve ser feito primeiro. Nas minhas palestras eu sempre pergunto se tem alguém ali que assa o bolo antes de misturar os ingredientes e o pessoal me olha com cara de espanto. Mas me espanta a quantidade de gente que faz isso na vida, invertendo a ordem das atividades e quase sempre perdendo tempo, energia e dinheiro.

É por isso que surgiu o termo “receita de bolo” que tanta gente pede ao se deparar com uma atividade complexa. Como num manual de instruções, fica muito mais fácil quando sabemos o que, como e quando devemos fazer uma atividade. E nessa parte de organizar que criamos a receita do nosso bolo.

Com isso partimos para a parte de executar. Mas tem que se planejar, pois se formos esperar dar um tempo para fazer não vamos fazer. Então olhando sua agenda, coloca as atividades e faz! Porque de nada adianta fazer todo o processo e parar aqui. Ele ajuda e muito, mas não se faz sozinho sem ação.

E tudo bem se você não sabe por onde começar e tiver que pedir ajuda. Tanto que compartilho esse texto que recebi de uma amiga, a qual inclusive estou ajudando a fazer o furinho na tangerina:

Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: “Pai, começa o começo!”

O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

Não sou mais criança. E muitas vezes fico tão perdido sem saber para quem pedir para pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário para fazer tudo certo, para não decepcionar as pessoas que me amam, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis… Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus: “Pai, começa o começo!” Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você. Não sei que tipo de dificuldade eu e você encontraremos pela frente. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.

Bonita essa metáfora, né? E tudo bem pedir ajuda para Deus, para sua família e amigos ou para um profissional que possa começar o comecinho com você ou ir contigo até o último gomo da tangerina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here