7 passos para transformar hábitos e comportamentos

0
208
Imagem: edsavi30 / shutterstock

Uma mudança de hábito nem sempre é fácil, mas existem mecanismos que podem fazer deste um processo mais tranquilo e duradouro.

A transformação é um movimento que ocorre entre como enxergamos o “quem sou hoje” e “quem eu quero me tornar”, muitas pessoas se perdem neste processo e acabam desistindo de mudar. Esta busca por mudança fica mais fácil quando separada por passos simples.

Quando falamos de transformação de comportamentos tratamos de situações que podem estar relacionadas com todas as áreas de nossa vida. Podemos mudar hábitos alimentares, carreira ou mesmo a forma de nos relacionar. Para facilitar esse processo separamos sete passos da psicóloga Patrícia Schuindt.

1º Passo: Saia do Piloto automático! 

Coloque um “espelho imaginário” no qual você possa se enxergar nas situações. Observe sua forma de pensar e de agir. O que você quer que seja diferente? O que precisa mudar para alcançar seus objetivos?

Pode pedir ajuda de pessoas próximas, elas podem te auxiliar a descobrir coisas que sozinho não perceberia. Receber feedback pode ser desafiador a princípio, mas traz descobertas importantes.

2º Passo: Identifique o novo hábito ou comportamento que quer desenvolver. 

É importante ser específico e claro sobre o que quer alcançar. Pense, por exemplo, em um gestor de vendas. Após sua análise percebeu que o comportamento com sua equipe era: falar muito, escutar pouco e agir sem considerar os outros. Ele definiu que o primeiro ponto seria escutar melhor sua equipe. Esse foi o norteador de sua primeira mudança, passou a se policiar em reuniões e conversas do cotidiano para atingir seu objetivo.

3ª Passo: Crie o propósito. 

Qual o motivo de focar nessa mudança? Quais as consequências ao desenvolver ou não desenvolver isso? Seja honesto consigo mesmo. Saber “para que” você está fazendo isso ou aquilo, afeta sua motivação e foco. Muitas vezes, o que falta não é disciplina, mas sim propósito claro.

4º Passo: Busque referências ou “modelos”. 

Não se esqueça que cada pessoa é única e tem seu próprio jeito. Esses modelos são apenas referências, inspirações. Conheça o que há “lá fora” e aplique em você o que for útil.

5º Passo: Crie ações específicas e realizáveis. 

Quanto mais simples e clara for a ação na prática, mais chances de realizá-la. É preciso criar pequenos passos até alcançar o passo maior. É como subir uma escada. Se ela tem 30 degraus, não adianta achar que dará um pulo e chegará no último.

6º Passo: Mantenha sua atenção direcionada no processo e resultado que quer atingir.

São tantas as demandas externas que se você não fizer um esforço realmente vai se esquecer e deixar sua mudança sempre para depois. É um exercício de concentração, faça uso de recursos como lembretes e notificações, alguma forma de checagem para que seus pensamentos sejam concretizados.

7º Passo: coloque em prática, com repetição, consistência e frequência. 

Sem constância não é possível criar um novo hábito ou comportamento. Dependendo do que quer mudar, pode levar dias ou meses para conseguir. Não adianta tentar uma ou algumas vezes e parar no caminho. Esforço é palavra chave. Continuidade é o lema. É um processo de aprendizagem, exige que você vença as resistências que surgem, pois vai demandar energia e sua tendência será de ficar na zona de conforto. Ter consciência disso pode ajudar.


Patrícia Schuindt é psicóloga e especialista em Coach da R122, companhia que oferece soluções voltadas à transformação de indivíduos e organizações.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here