Maternidade e Carreira

0
578
Imagem: andreiavorpagel / shutterstock

Tornar-se mãe é uma experiência profunda e transformadora. Uma nova identidade, rotina, prioridades, escolhas… E é comum nesse momento surgirem muitas perguntas sobre o papel profissional da mulher. Como conciliar carreira e maternidade? Continuo fazendo o que faço ou faço uma transição de carreira? Dou um tempo para a ocupação profissional e me dedico exclusivamente à maternidade?

Há muitos dilemas e ambiguidades que podem surgir. A resposta para cada um dos questionamentos fica mais positiva quanto maior o autoconhecimento e exploração de possibilidades. E clareza de que cada trajetória é única e pode ser construída conforme os próprios sonhos e conectadas à realidade individual.

Se você se encontra em um momento de tomada de decisão sobre qual caminho a seguir, há algumas questões para reflexão.

1 – O que você quer, de verdade, daqui para frente?

Acessar os reais desejos e sonhos é o começo para construir um caminho de maior satisfação pessoal. Muitas pessoas nem se permitem pensar nisso, o que pode virar um grande problema. Se não sabemos o que queremos, não conseguiremos identificar possibilidades e criar planos na linha do tempo. Nessa fase do planejamento, é momento de imaginar o ideal e aquilo que faz mais sentido.

2 – Identifique com clareza sua realidade atual frente à escolha do caminho a seguir.

Após pensar naquilo que realmente gostaria que acontecesse e comece a investigar na realidade quais os recursos que você já tem e quais as opções reais de caminhos a seguir. A ideia é gerar movimento de avanço na direção desejada, a partir do que já existe. Perceba também o que será necessário para progredir, mas que você ainda não tem – como poderá resolver isso? Lembre-se de olhar em perspectiva, considerando o curto, médio e longo prazo. Às vezes, será necessário fazer algumas adaptações no lugar de chegada ou no tempo para chegar lá.

3 – Defina com clareza os passos que dará. 

Escreva de forma específica o que você precisará fazer na prática para conseguir seguir adiante. Pequenos passos nos levam adiante. Não duvide de onde suas pequenas ações diárias podem levar. Ter clareza sobre elas facilita o processo.

4 – Quem são as pessoas com as quais pode contar? 

Não ande sozinha! Procure identificar pessoas e grupos com os quais pode caminhar para aprender, se capacitar e se inspirar. Identifique especialmente gente de confiança que você sabe que torcem por você, para compartilhar seu caminho. Se for possível também contar com ajuda profissional, pode facilitar o processo.

5 – Autoconhecimento e desenvolvimento sempre! 

Identifique quais são as suas forças e reconheça suas capacidades. Todos nós temos características que podem fazer a diferença em nossos contextos e trabalhos. Perceba também aspectos que precisa desenvolver: uma competência mais técnica, gerenciamento emocional, a forma com que se relaciona, como faz a gestão do tempo… por aí vai.

Não fique parada, existe um potencial em você que pode ser revelado quando você se dispõe com preparo e coragem! Para ajudar nisso, você pode pedir feedback de outros, contatos pessoais e profissionais. Escute várias fontes e perceba o que surge de novas ideias, especialmente notando o que há em comum nas respostas.

Espero que essas reflexões sejam úteis em sua caminhada!


Patrícia Schuindt é sócia da R122 e especialista em desenvolvimento humano. Graduada em Psicologia pela UNESP, certificada em Coaching pelo Neuro Leadership Institute (NLI) e pela Coaching4Today’s Leaders (C4TL – EUA), Consultora do instrumento de avaliação CareerDirect e Personality ID. Atua como em processos de Carreira, Liderança e Executivo, ministra treinamentos, palestras e workshops com temas de desenvolvimento de pessoas. Escreveu o e-book “Saia do Piloto Automático – crie um novo caminho em direção aos seus objetivos”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here