Qual a sua relação com o dinheiro?

0
800
Imagem: JESHOOTS-com /Shutterstock

Já parou para pensar em como é a sua relação com o dinheiro? Ela é próspera e abundante? Ou é escassa e difícil? Pensar e falar em dinheiro é confortável para você? Qual a sensação? O dinheiro é importante e faz parte da na nossa realidade física para alimentação, vestuário, saúde, transporte, passeios, educação, enfim…

O fato é que não ter essa energia necessária fluindo na sua vida faz com que você perca a paz gerando ansiedade e medo no seu dia a dia e te afasta cada vez mais dela. Sim, eu disse energia, pois o dinheiro é uma energia e dependendo de como nos relacionamos com ela, podemos fazer a repulsa ou a atração dela na nossa vida. Há muitos comportamentos e hábitos diários que influenciam nisso e a falta da energia do dinheiro fluindo sufoca a nossa energia criativa.

É importante saber que muitas vezes a falta de dinheiro está ligada a uma dinâmica que age de forma oculta no seu subconsciente e faz com que seja tão desafiadora de acessar. Agora pare e perceba quais são suas crenças em relação ao dinheiro? Elas influenciam diretamente na sua realidade. O quanto você é influenciado pelas notícias do mundo, pelo que você ouve dos seus familiares, no seu local de trabalho, pelo inconsciente coletivo que “diz” que não há suficiente para todos, que o dinheiro corrompe ou que você possa ter sido ensinado que “dinheiro te afasta de Deus”, que “pobre é que dá valor”, “rico não entra no reino dos céus”, enfim, inicie esse “inventário” interno do que você entende ou aprendeu sobre dinheiro. Esse será um bom começo para que você inicie uma mudança na sua forma de pensar e consequentemente mudar essa relação.

O primeiro passo é entender que a missão da nossa mente é nos manter vivos.  E ela sempre vai nos proteger se algo nos colocar em perigo. Se você atrair uma situação diferente daquela que você registrou na sua mente, lá na sua infância como sendo uma verdade absoluta, ela rapidamente vai tratar de te colocar em segurança acionando todos os seus autossabotadores e te fazer ficar longe da energia do dinheiro que é a que estamos falando agora.

Se você em algum momento registrou na mente que “dinheiro é sujo”, inconscientemente a sua mente fará com que você permaneça longe dele para não “correr riscos de se sujar”.  Parece estranho, não é mesmo? Mas saiba que a sua mente não vai discutir com você sobre aquilo que você registra dentro dela, ou seja, ela não te julga e vai cumprir o seu papel.

É importante destacar que escassez não se refere somente a energia do dinheiro. Há muitas pessoas que viveram escassez de amor, carinho, atenção, cuidado e isso reflete em todas as áreas da vida porque é como se a mente registrasse o “não merecimento” de acessar a abundância. Por causa disso você pode trazer à tona uma sensação de não merecimento, ou seja, todo mundo pode, menos você, enfim, é como se fosse sempre uma “luta” para acessar essa energia dia após dia.

Temos um tesouro dentro de nós chamado subconsciente e é nele que estão todos esses registros e que podemos acessá-lo para alterar aquelas informações que não são mais necessárias para a fluidez da vida como ela deve ser.

Além da questão dos limitadores que temos registrados na mente, as pessoas em geral perderam a conexão prática com o dinheiro. Acabam bloqueando a abundância por aquilo que pensam e por algumas atitudes no dia a dia que, se mudassem, já começaria a movimentar essa energia de uma forma diferente.

Enfim, se quer potencializar e vibrar na abundância, primeiro verifique como você funciona, o que você aprendeu, o que te contaram sobre o dinheiro, para que você faça esse trabalho interno de alteração dessas crenças que estão te limitando e siga de forma positiva e próspera.


Deborah Souza – Terapeuta quântica

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here