Como se vestir em um pitch ou reunião de negócios

0
508
Consultoria de Imagem e Estilo Daniela Nunes

Como se vestir em um pitch ou reunião de negócios. Roupa, cabelo e maquiagem podem dizer muito sobre sua personalidade.

A roupa que você escolhe para participar de uma reunião ou um pitch – apresentação de até 5 minutos com objetivo de despertar o interesse de um investidor ou cliente pelo seu negócio – pode dizer muito sobre você.

“Não acredito em uma receita de bolo. Vai muito do estilo da pessoa, quem ela é e qual é a mensagem que quer transmitir naquele momento. Seja numa situação pessoal ou profissional, é interessante que haja uma adequação e que ela caiba dentro desse ambiente”, diz a consultora de imagem Daniela Nunes.

A especialista afirma que “é importantíssimo pensar nas roupas que vamos usar porque são as nossas principais ferramentas de comunicação”. “É com elas que a gente diz quem somos, onde estamos posicionados na vida, onde queremos chegar e quais são nossos objetivos.”

A escolha certa da roupa é fundamental, principalmente num pitch. “Você precisa apresentar o seu negócio de forma assertiva e rápida. Quanto mais conseguir causar um impacto interessante no seu público, melhor. Já pula uma das coisas que é falar quem é, porque o público terá noção do que está transmitindo com a sua imagem. Se vestir é uma questão de objetivo de estratégia.”

Algumas perguntas que devem ser feitas antes de compor o visual: qual é o seu estilo? Qual tipo de roupa se identifica? Qual é a mensagem que quer transmitir naquele momento: força, determinação, credibilidade? Quer parecer uma pessoa mais amigável? Também é preciso observar o ambiente e o público. É mais jovem e descolado ou mais velho e mais formal?  Vou falar para um grupo de empresários? Qual é o perfil deles? Qual é o estilo do seu negócio?

Confira algumas dicas que podem ajudar você, empreendedora, a compor seu visual antes de ir a uma reunião de negócios.

  • Roupas
  • Que cor usar?
  • Pitch ou reunião
Daniela avaliando com a cliente

As cores neutras – preto, cinza, branco e bege – são sempre uma boa alternativa. “Mas se naquele pitch ou reunião de negócios você quer transmitir mais força ou determinação e um posicionamento mais assertivo, elas não são as ideais”. Nesse caso, segunda Daniela, seria legal optar pela cor vermelha ou pontos que tenham na composição nuances como vermelho ou laranja. “Quanto mais corante, mais assertivo, melhor no pitch.”

Expressar seu negócio

Se a cor estiver conversando com o seu objetivo, de acordo com a especialista, melhor para atingir seus objetivos. Exemplo: se imaginarmos o ramo da culinária saudável, o que podemos sugerir para ela?

“A gente sempre lida com ideias ligadas ao verde. Antes de pensar na roupa, precisa ver se a pessoa concorda com a simbologia ligada à saudabilidade.” Vale lembrar, no entanto, que também é uma cor pacífica, amigável muito usada por pessoas responsáveis, mais ponderadas. Será que é isso que a pessoa quer passar naquele momento?

Se a empreendedora quer passar a informação que a sua comida é saudável e ágil –daquelas que se compra em potinhos, por exemplo, para quem tem pouco tempo – também pode usar a cor laranja. Além disso, ela está relacionada a negócios.

Reunião de engajamento

Se ela está ali para comemorar resultados ou engajar a equipe é legal usar cores mais alegres e quentes e que passem essa imagem mais acessível.

Reunião séria

Se for uma reunião que tenha um assunto mais sério, que é preciso passar mais firmeza, é importante que ela opte – por uma questão de coerência com o assunto que ela está tratando – por cores mais escuras, que passem sobriedade e a firmeza que a situação vai pedir.

Reunião sem posicionamento

Se é uma reunião que ela não quer se posicionar muito, que será ouvinte, pode optar por cores mais neutras, que são discretas e passam a postura mais reservada.

Composições

Outro detalhe interessante de avaliar antes de compor o visual são as combinações.

“Sempre alerto para a combinação de preto e vermelho porque o preto é uma cor que transmite força, seriedade, firmeza e solidez, enquanto o vermelho passa a ideia de ser uma cor bastante vigorosa, determinada que tem muita assertividade. No momento que você usar, é importante que tenha em mente que não passará despercebida.”

É importante ficar atento aos tecidos quando for usar essa combinação por se destacar muito. “Não precisa ser caro, mas precisa ter qualidade.”

Estampas

Daniela com tecidos que usa para análise pessoal dos clientes

Antes de pensar na estampa, é preciso definir com antecedência alguns fatores. Quer transmitir imagem mais firme ou séria ou mais acessível ou suave?

Exemplo: florais pequenas, com tons pasteis e claros. Passa feminilidade e a imagem de pessoa mais acessível. Se for a intenção, então pode usar. Agora, usar no visual inteiro? Aí vai passar muito mais suavidade e, talvez, não atenda alguns critérios como credibilidade e firmeza. “Por esse lado, um look todo floral não seria muito indicado.”

Animal print – transmite uma imagem mais sensual. Por isso é preciso pesar o seu uso em uma reunião de negócios. Vestir uma calça ou macacão de oncinha, com uma modelagem muito justa, vai potencializar a mensagem mais sensual. Se forem apenas alguns detalhes, não haverá problemas: “um sapato, por exemplo, acaba virando item de estilo marcante.”

Sapato

Há uma regra muito básica para o uso do sapato. Sapato novo + roupa nova = look novo, sapato velho + roupa novo = look velho. “O sapato tem uma função importante. Algumas pessoas não prestam atenção, montam um look sensacional e colocam um sapato desgastado. Isso contribui para jogar o look no chão. Afinal, as pessoas começam olhando para o nosso rosto, normalmente, depois vão percebendo o restante da imagem. Quando algo está desarmônico, acabam prestando atenção somente naquilo e dispersando do todo.”

Salto

Não use salto se não se sentir confortável. “Salto alto da imponência, mas você precisa estar bem. Se tiver problema de coluna, não vai usar salto alto.”

A alternativa, nesse caso, é o salto em bloco. Outra opção é o salto Anabela que, dependendo do solado, pode ter uma pegada informal ao visual. “É preciso dar um equilíbrio com o restante do look.”

Mais uma alternativa são as mules baixas e modernas. “Mais importante do que o salto é usar um sapato legal e em bom estado.”

Peças fundamentais

Blazer – O blazer é a principal peça do guarda-roupa de uma empreendedora por passar credibilidade, dizer que ela se preparou para o momento. Existem vários modelos, desde os mais formais (mais retos) aos menos (mais moles). “É legal ter algumas dessas peças no guarda-roupa. Normalmente eu sugiro a cor azul marinho porque é possível fazer uma gama bem legal de combinação sem ter o peso do preto.”

Calça – Outras peças são as calças de boca média e a reta por serem clássicas, mais versáteis e terem um caimento interessante. “Com isso ela consegue fazer looks bem legais.”

A indicação de calça jeans, para o ambiente profissional, é que ela seja mais escura para passar mais credibilidade e comprometimento.

Cabelo

O cabelo transmite nossa imagem e colabora para expressar nossa personalidade. Afinal, ele emoldura a sede de nossa identidade, que é o rosto. “Se a pessoa entender quem ela é e o que quer mostrar para o mundo, ela passa muito disso pelo corte de cabelo.”

Exemplos: escuros (formalidade maior) e claros (mais acessíveis).

“Fazer o corte certo constrói uma imagem coerente, sólida e que seja o que a pessoa quer expressar.”

Maquiagem

Quanto mais equilibrada estiver a maquiagem, claro que ressaltando a beleza da mulher, melhor.

“No momento que você usa algo que chama atenção, o olhar vai para o que está destoando. Uma maquiagem muito pesada, num ambiente de trabalho, aparece bastante. Não estará errado, mas é inadequado para aquele espaço. Nós sempre queremos que nosso profissionalismo esteja em destaque. Se a gente leva para esse lado, é importante que não tenham coisas para atrapalhar isso.”


Daniela Nunes é Consultoria de Imagem e Estilo. https://www.dnimagemeestilo.com.br/

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here