Páscoa: empreendedoras aproveitam a data para impulsionar as vendas

0
7408
Imagem: Marcelo Spatafora

A Páscoa é a melhor data para a venda de doces feitos a base de chocolate. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), em 2018 foram produzidas mais de 11 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa (26% a mais do que no ano anterior).

As vendas nesse período correspondem de 30% a 60% de todo o montante comercializado ao longo do ano, para algumas empresárias. Confira quatro confeiteiras que aproveitam a data para lucrar:

Bianca Spatafora da Dona Frô Confeitaria

Bianca Di Lernia Spatafora, 25 anos, da Dona Frô Confeitaria. São Paulo (SP)

A confeitaria foi criada em maio de 2018, depois que Bianca passou um tempo em Paris (França) fazendo um curso sobre confeitaria na Le Cordon Bleu.

No seu cardápio, estão: camafeus, trufas, brigadeiro gourmet, bombons e bolos. Os preços variam de R$ 3,50 (trufa de limão) a R$ 100 (quilo do bolo).

A produção específica para a Páscoa ela começou há uns quatro anos. A linha deste ano conta com nove produtos. Os mais vendidos são o saquinho de cenoura com mini ovinhos (R$ 18) e o ovo de brigadeiro de colher (R$ 60).

Bianca acredita que a comercialização durante o período da Páscoa representa até 60% das vendas de produtos no ano.

Onde encontrar: Dona Frô Confeitaria – https://www.facebook.com/donafroconfeitaria/ e no Instagram: @donafroconfeitaria


Gabrielle Maximo Silva da Gaby Maximo

Gabrielle Maximo Silva, a Gaby Maximo, 28 anos, da Bibi Doces Gourmet. São Paulo (SP)

A doceria foi criada, oficialmente, em julho de 2017, com a criação da sua página no Instagram. Mas antes dessa data, Gabrielle já recebia encomendas do bolo de leite ninho, feito pela sua mãe, Maria Cecília, que via a cozinha como plano B na sua carreira.

“Ela fazia um bolo de leite ninho, que é nosso carro-chefe até hoje, que todos gostavam. Sempre que havia uma data comemorativa, ela corria para fazê-lo. As pessoas começaram a conhecê-lo e passaram a encomenda-lo. Minha mãe não deixou de trabalhar, mas eu resolvi começar a produzir brigadeiros e a transformar a culinária na minha atividade profissional.”

A empresária conta que fez um curso de brigadeiro para aproveitar a demanda dos clientes e dar mais técnica (padrão de peso, tamanho etc.) e sabor aos doces. Com isso, começou a se dedicar integralmente ao negócio.

Entre os sabores de brigadeiros, estão: limão siliciano, doce de leite com massa folhada, Oreo e creme brulee. A empresa também produz bem-casado, palha italiana e panetone recheado. Por mês, são feitos de 400 a 500 doces.

Os brigadeiros clássico (ao leite), branco e de bicho de pé são os produtos mais baratos. Saem por R$ 1,50. O mais caro é o bem-casado, que custa R$ 4.

Para a Páscoa, estão sendo confeccionados ovos em três categorias: tradicionais, especiais e grandes, que pesam de 50g a 350g. O preço varia de R$ 7 a R$ 60, dependo do tamanho. Se o cliente desejar acrescentar casca de brownie, frutas ou outros componentes na casca do ovo, há um acréscimo de R$ 3 em cada novo produto.

Gabrielle afirma que é a primeira vez que confecciona ovos de Páscoa, mas que as vendas devem representar 30% de toda a produção anual.

Onde encontrar: Bibi Doces Gourmet – @bibi_docesgourmet (Instagram)


Gisele Aparecida Costa Dantas da Doçuras da Gi

Gisele Aparecida Costa Dantas, 36 anos, da Doçuras da Gi. Paraisópolis (MG)

A confeitaria foi criada em abril de 2017 e tem como especialidade a produção brigadeiros gourmet. Em média, ela faz de 3.000 a 4.000 doces por mês entre brigadeiros gourmet, bolos de pote e doces finos. Os brigadeiros custam a partir de R$ 0,70. O cento mais caro sai por R$ 65.

Gisele começou a vender ovos de Páscoa há cinco anos, produzidos pela amiga Graciele Lucrécia. Durante o período, a Doçuras da Gi comercializa, também, caixinhas personalizadas de Páscoa com brigadeiros gourmet.

Durante toda a Páscoa, Gisele diz que vende, em média, 8.000 produtos, representando uma média de 40% das vendas durante o ano todo.

Onde encontrar: Doçuras da Gi – https://www.facebook.com/docurasdagimaenacozinha/


Maíra Baracioli da Maíra Baracioli Candy Designer

Maíra Schmidt Baracioli, 37 anos, da Maíra Baracioli Candy Designer. São Paulo (SP)

A empresa foi criada em setembro de 2017 e confecciona bolos, docinhos de festa e chocolates. Os produtos mais baratos são brigadeiros (R$ 2,70) e bombons (R$ 4), e os mais caros são os bolos (R$ 140 o kg).

Não é a primeira vez que Maíra produz ovos de Páscoa. Ela, inclusive, fala que o feriado e o Natal são as melhores datas para vendas no seu negócio.

A linha de Páscoa inclui quatro produtos: ovos de acrílico com bombons, ovos recheados, dragees (vidro de coelho ou cenoura) e pirulitos. Os mais vendidos são os dragees de chocolate (R$ 25). O mais caro é o ovo recheado (R$ 40).  Os pirulitos saem por R$ 5.

Há, também, três opções de cestas. O preço varia de R$ 60 a R$ 160.

Onde encontrar: Maíra Baracioli Candy Designer: https://www.facebook.com/mbcandydesigner/ e no Instagram @ mbcandydesigner.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here