3 mitos sobre a moda para baixinhas e como desconstruí-los

0
579
Imagem: ParentRap / Shutterstock

No universo da moda sempre existiram muitos mitos sobre quais roupas as mulheres de estatura mais baixa devem ou não vestir. Evitar peças muito longas ou de tecidos estampados, por exemplo. Mas, com a onda de empoderamento em que vivemos, as mulheres de hoje se sentem mais livres para fazerem suas próprias escolhas, inclusive na moda.

“O estilo revela a nossa identidade, quem somos, o que fazemos e como vivemos. Então, é muito importante que nossa imagem esteja alinhada com quem realmente somos, independente do que é ditado nas passarelas”, explica a consultora de moda Natália Nascimento. Para ajudar as “baixinhas” nessa missão, a consultora, desconstrói, a seguir, três mitos que foram naturalmente impostos para mulheres de estatura baixa, explica o porquê e ainda dá dicas práticas e acessíveis para o dia a dia.

Mulheres baixas não podem usar saia “midi”

Mito: “Para usar a saia midi, dois critérios são importantes: o comprimento da saia e o tipo de sapato. O comprimento ideal para mulheres mais baixas, é um palmo abaixo do joelho, onde o efeito será o mesmo. Essa dica também vale para a calça pantacourt. Já para os pés, uma boa pedida para looks mais formais são os sapatos nos tons de nude. Nas ocasiões mais despojadas, um tênis sem cano alto é uma ótima escolha”.

Mulheres baixas não podem usar saia longa

Mito: “As saias ou vestidos longos são ótimos aliados, mas, o ideal é que o comprimento cubra o sapato. O mesmo vale para calça flare”. “Os sapatos com a mesma cor da saia, vestido ou calça são os mais indicados. Já a cintura alta também se faz uma importante aliada para alongar a silhueta”.

Mulheres baixas não podem usar estampas grandes

Mito: “A questão das estampas está muito ligada à proporção. Qual parte do seu corpo é maior? Os ombros ou os quadris? É preciso levar a estampa para a área com menos volume para acertar. Que tal fazer um mix de estampas com uma delicada e outra maior? Experimentar algo novo, também, é uma boa pedida, segundo ela. “Acima de tudo, o mais importante é: se amar e se aceitar. Veja a moda como uma ferramenta de empoderamento que pode te deixar mais confiante e que irá valorizar ainda mais a sua imagem”.


Natália Nascimento é consultora de imagem e produtora de moda formada pelo Senac São Paulo. Desde 2013, tem se dedicado cada vez mais ao mundo da moda que sempre foi sua paixão com a missão de buscar inspiração na moda urbana, valorizar e respeitar o estilo de cada pessoa, promover a autoestima, mostrar que o diferente é interessante, estimular o empoderamento e levar informação de moda de forma descomplicada. Escreve para o blog Estilosos no Metrô há mais de quatro anos. www.estilososnometro.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here