Mitos e Verdades sobre a Toxina Botulínica

0
251
Imagem por Engin_Akyurt na Pixabay

Vivemos em um mundo imerso na estética, onde as pessoas recorrem cada vez mais a procedimentos estéticos minimamente invasivos e que apresentem resultados cada vez mais rápidos, principalmente no que se diz respeito a harmonização e rejuvenescimento facial.

A toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, é um dos procedimentos estéticos não cirúrgicos mais realizados no Brasil e no mundo. Tendo em vista esta realidade, o Dr. Sergio Talarico, Dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, desmistifica algumas questões e apresenta curiosidades sobre essa substância que é febre no mundo da estética.

1- Os efeitos da toxina botulínica são imediatos?

R: Não, de acordo com o médico, o efeito começa a ser notado 48h a 72h após a aplicação da substância. “Os resultados finais podem ser observados após aproximadamente duas semanas da realização do procedimento” esclarece o Dermatologista.

2- Além das rugas, a toxina botulínica também pode ser indicada em prol da saúde?

R: Segundo o Dr. Sergio, a substância pode apresentar outras finalidades, além do combate às rugas dinâmicas. “O avanço da tecnologia e da medicina nos proporciona ricas descobertas diariamente. Hoje a toxina botulínica pode ser eficaz para o tratamento do bruxismo (hipertrofia masseter), sorriso gengival, assimetrias por contraturas musculares paralisia facial, hiperidrose e enxaqueca crônica. Além disso, estudos médicos mais recentes apontam que a toxina botulínica também pode ser aplicada em tratamentos para dores neuropáticas, como por exemplo a neuralgia pós herpética (pós herpes zoster) melhorando a qualidade de vida dos seus portadores” relata o médico.

3- A toxina botulínica pode ser aplicada para a prevenção de rugas?

R: É muito comum pacientes jovens recorrerem a um protocolo cada vez mais presente em clínicas, o botox preventivo. Que consiste na aplicação da substância antes das rugas se tornarem estáticas, retardando o envelhecimento facial. “Este protocolo pode sim ser realizado, desde que indicado precisamente pelo médico a partir das condições do paciente, se este tiver predisposição genética a flacidez e rugas, por exemplo, esta pode ser uma medida eficaz. O ideal é que o médico avalie cada quadro e veja se realmente o procedimento é indicado e necessário” alerta o médico.

4- Existe idade mínima para a aplicação da toxina botulínica?

R: Não existe uma idade mínima estipulada. O ideal é que a pele do paciente seja avaliada por um profissional qualificado (Dermatologista ou Cirurgião Plástico) para devidas orientações, prezando sempre pela saúde e bem-estar. “O início da aplicação depende muito da qualidade da pele, da força da musculatura facial e da frequência que ela é recrutada. O mais frequente é que os indícios das marcas comecem a aparecer após os 30 anos (idade em que, em média, se reduz a capacidade de produzir colágeno), mas dependendo das condições citadas acima isso pode acontecer antes ou depois” explica o profissional.

5- A toxina botulínica dá volume aos lábios?

R: Muitos acreditam que a toxina é utilizada para dar volume aos lábios, o que não é verdade. De acordo com o médico, no caso dos lábios, a substância age relaxando a musculatura onde é injetada, atuando nas rugas de expressão, como as que se formam ao redor da boca. “Para quem busca realçar os lábios, o tratamento indicado é o preenchimento labial” recomenda o médico.

6- O procedimento é dolorido?

R: A toxina botulínica, sem dúvidas, é um dos melhores procedimentos para o combate às rugas, mas existem alguns receios, como a questão da dor. De acordo com o médico especialista no assunto, as aplicações são bastante suportáveis no que se diz respeito a dor. “O procedimento é praticamente indolor, pois é realizado com agulhas ultrafinas e com pequenas quantidades da substância. Pessoas mais sensíveis podem optar pelo uso de anestésico tópico local” assegura o médico.

7- A aplicação apresenta efeito permanente?

R: Outra dúvida muito frequente é em relação a durabilidade dos efeitos do procedimento. De acordo com o Dr. Sergio, os efeitos duram de 4 a 6 meses, sendo necessária a reaplicação de acordo com orientação médica.

8- Quem aplica perde a expressão facial?

R: O esperado é que a substância seja aplicada precisamente no músculo responsável pela formação das rugas, deixando um aspecto natural. Em algumas situações, o relaxamento muscular pode ser mais intenso de acordo com a técnica aplicada e a quantidade de substância injetada, deixando a pessoa menos expressiva. “Por este motivo, é essencial que as pessoas busquem por um profissional experiente e apto a realizar o procedimento” reforça o Dermatologista.

9- Existem contraindicações para a aplicação da toxina?

R: Pessoas que desejam se submeter a este tipo de procedimento devem se atentar a algumas contraindicações. “Este procedimento não é recomendado para gestantes, mulheres que estejam amamentando, portadores de doenças neuromusculares, pessoas que façam o uso de anticoagulantes ou que apresentem algum tipo de infecção no local o qual será aplicada a substância” alerta o profissional.


Dr. Sergio Talarico: Formado pela Escola Paulista de Medicina no ano de 1974 após completar seu treinamento em Dermatologia, na mesma Escola realizou seu aperfeiçoamento no “Hospital Saint Louis – Paris” nos anos de 1977-1978 onde obteve o título de Professor Assistente da Universidade de Paris. Contratado desde seu retorno pela então Escola Paulista de Medicina, desempenha função docente nesta Instituição. Atualmente, ocupa o cargo de Chefe do Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here