Os principais usos dos óleos essenciais na beleza feminina

0
152
Imagem: nicolagiordano / shutterstock

Quando falamos em óleos essenciais, a primeira coisa que vem à cabeça são os óleos cheirosos usados para massagens, certo? Mas engana-se quem acredita que relaxamento é o único benefício desses produtos. “Os óleos essenciais são feitos da essência da planta e contêm grande parte do princípio ativo responsável pela cura de doenças e estabilização do equilíbrio entre corpo e mente.

A origem deles sempre é vegetal e podem ser obtidos das folhas, caule, raízes, flores e até cascas”. Quem explica é Jamar Tejada, farmacêutico homeopata, especialista em medicina alternativa e responsável em cuidar de tops como Vivi Orth e Pathy Dejesus.

O grande diferencial dos óleos essenciais é a apresentação pura. “Os óleos apresentam uma concentração muito alta e se usados de forma incorreta, podem causar alergias e outras reações adversas. Sendo assim, o mais recomendado é ter acompanhamento de um profissional especialista. Outra dica importante é comprar os óleos em farmácias de manipulação, evitando o uso de produtos adulterados”.

Os usos mais comuns (e seguros) são pelo difusor, com o óleo sendo evaporado no ar e por diluição em cremes hidratantes que aumentam a penetração dos ativos na pele. “Em casos específicos podemos aplicar o óleo diretamente no local de tratamento, mas apenas algumas gotinhas”. A proporção de uso deve ser sempre seguir o máximo de 5%, ou seja, para a diluição em cremes, se a embalagem tiver 100g deve-se pingar apenas 5ml de óleo. Além disso, é importante realizar um teste de toque do óleo no antebraço, por exemplo, para verificar se causou vermelhidão ou outros processos que caracterizem alergia, como coceira ou manchas.

Mas entre tantas opções, quais os melhores óleos para uso na beleza e bem-estar?

  • Eucalipto – Excelente para o tratamento das vias aéreas devido suas propriedades descongestionantes, pode ser usado com a ajuda de um difusor, mas apenas por pouco tempo. Se usado por longas horas, poderá causar o efeito inverso e afetar a respiração.
  • Cravo – Possui ação bactericida, anti-inflamatória, analgésica e antifúngica. Além de ser um ótimo óleo afrodisíaco. A aplicação pode ser diretamente no local, com apenas algumas gotinhas diluídas em óleo vegetal.
  • Rosa Mosqueta – Poderoso hidratante, este óleo é ideal para potencializar o poder de hidratação dos cremes corporais ou faciais diários. Respeitando a porcentagem de até 5%, são recomendadas algumas gotinhas. Também atuam em manchas e cicatrizes e melhoram a aparência de estrias.
  • Coíbpaa – O óleo essencial de Copaíba é um poderoso anti-inflamatório e é muito recomendado para combater inchaço e dores musculares. Também age melhorando a circulação e possíveis inflamações. Podemos adicionar algumas gotas em loções corporais.
  • Lavanda, Laranja e Rosa Branca – Esses três óleos são muito indicados para acalmar a mente e descansar o corpo. Proporcionam tranquilidade e relaxamento. A forma mais recomendada de uso é com difusores. Minha dica é pingar no máximo 5 gotas diluídas em uma pequena quantidade de água e assim deixar o aroma dos óleos se espalharem pelo ambiente. Só não recomendo deixar por muito tempo para não congestionar o sistema respiratório.
  • Gerânio – Este óleo tem diversas indicações na beleza e bem-estar, além de ser um ótimo repelente natural. Possui uma ótima ação anti-inflamatória no tratamento de celulite, ferimentos e inflamações. Na pele, funciona como adstringente e antisséptico, bons para pele oleosa e tratamento de acne. O uso com difusor também estimula a qualidade do humor e trata ansiedade. Mas é muito importante usá-lo com indicação de especialistas. Não se deve aplicar diretamente na pele.
  • Bergamota – A principal propriedade desse óleo é sua atuação no sistema nervoso, sendo indicado para uso antidepressivo e no controle de tensões e ansiedade. A melhor indicação de uso é via difusor.

Mas antes de sair comprando óleos essenciais por aí, é muito importante relembrar que o uso deve ser feito com acompanhamento de um especialista e que os óleos devem conter certificados garantindo que são puros e seguros para uso. “Grávidas e pessoas com a pele muito sensível também devem evitar o uso”.


Jamar Tejada é farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica pela Universidade Luterana do Brasil, RS (ULBRA) com diversas especializações, entre elas, Pós-Graduação em Medicina Esportiva pela (FAPES), Pós-Graduação Engenharia de Produção com ênfase em Qualidade Total – pela UFRGS e Pós-Graduação em Ciências Homeopáticas pelas Faculdades Associadas de Ciências da Saúde. Proprietário e Farmacêutico Responsável da ANJO DA GUARDA Farmácia de manipulação e homeopatia desde 2008. Em seu consultório, preza pelo equilíbrio entre corpo e mente com a medicina naturalista.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here