Prevenção e combate ao câncer bucal

0
137
Imagem: Divulgação / Assessoria

O câncer bucal atinge por ano em torno de 14 mil brasileiros. Pouco conhecido, e geralmente diagnosticado tardiamente, os casos de câncer bucal vem aumentando ano a ano e segundo o INCA, (Instituto Nacional de Câncer), para 2018 há uma estimativa de 14.700 novos casos, sendo mais de 11 mil, em homens. 

E assim como qualquer incidência de câncer, seus primeiros sintomas costumam passar despercebidos e podem ser confundidos com um pequeno machucado ou com uma afta indesejada. Desta maneira, a visita regular ao dentista pode contribuir para o diagnóstico inicial.

“Com um bom trabalho é possível notar a diferença entre uma boca saudável e uma com necessidade de cuidados especiais, por isso, nós dentistas podemos orientar os pacientes” – resume o cirurgião dentista Helio Cano.

Para detectar estas anomalias, os dentistas utilizam uma microcâmera que aumenta em até sessenta vezes a imagem da boca do paciente, tornando visível o que seria muito difícil visualizar a olho nu. “Essas imagens fazem muita diferença no diagnóstico dos nossos pacientes, seja para detectarmos simples problemas bucais ou até mesmo, doenças mais graves”.

Vale lembrar que para garantir dentes fortes e saudáveis em qualquer idade, a escovação deve ser feita todos os dias, principalmente após as refeições (café da manhã, almoço e janta), com uma escova de dentes de cerdas macias (para evitar lesões nas gengivas), pasta de dente com flúor e principalmente, fazendo o uso do fio dental. “Um grande desafio é fazer com que uso do fio dental se torne rotina. Por ele exigir tempo e paciência, muitas vezes é deixado de lado”.


Dr. Hélio Cano é cirurgião dentista, especialista em prótese e reabilitação oral. Membro da ADA (American Dental Association). Possui pós-graduação em implante, odontologia estética e lentes de contato. É também diretor clínico e idealizador da Prez Odonto. www.prezodonto.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here